Zerando Minha Steam – Que Diabo de Coluna é Essa? - Nerdaiada

jan
01

Zerando Minha Steam – Que Diabo de Coluna é Essa?

Hoje em dia é mais fácil e mais barato comprar jogos. Antes os jogos eletrônicos eram vendidos apenas em CD e DVD, era preciso ir até uma loja ou então encomendar na internet pagando frete pela caixinha e então instalar no computador. Era caro. E muita gente ficava apenas com aquelas revistas de banca que vinham com 50 jogos meia-boca e incompletos, ou instalava demo atrás de demo sem poder chegar a terminar os títulos que tanto queriam jogar.

Com o avanço da Internet e do E-Marketing isso começou a mudar. Hoje em dia dá para comprar tudo pela internet. Só inserir os dados do cartão de crédito, conta do PayPal, pegar o pdf de um boleto e pagar com internet banking e pronto. Aí basta baixar em uma velocidade que, apesar de sempre ser alvo de nossas reclamações, é várias vezes mais rápida do que anos atrás.

É claro que a Steam tem um grande papel nisso.  Ela que popularizou a venda online de jogos e, mesmo que existam outras plataformas como a Nuuvem ou a Origen, quando se fala de compra digital de jogos, a Steam é quase sinônimo desta ideia.

De certo ponto de vista, os jogos continuam caros. O imposto sobre eles não diminuiu com o tempo e um lançamento que pode chegar a quase 1/3 do salário mínimo nunca poderá ser considerado barato. Mas o poder aquisitivo do brasileiro aumentou na última década e a possibilidade de comprar jogos em real, sem precisar converter pela cotação do dólar, fez com que muita gente conseguisse uma biblioteca de jogos que seria o sonho de consumo de seu “eu” dez anos mais novo. As constantes promoções da Steam, com jogos que chegam a custar dois reais, e iniciativas como o Humble Bundle, em que a pessoa pode adquirir vários jogos pelo preço que quiser pagar, também contribuem para o acesso aos jogos seja muito mais amplo e barato do que no passado.

Isso acabou trazendo uma mudança interessante. Se antes crianças e adultos choravam porque não tinham mais o que jogar, hoje se tornou comum entre os gamers ter muito mais jogos do que poderiam ter esperança de terminar um dia. Muita gente olha para a biblioteca que possui na Steam e sequer pensa em realmente jogar tudo o que tem.  Mas os jogos não param de lançar e as pessoas não param de comprar e chega a um ponto que as vezes simplesmente esquecem como adquiriram um título ou outro. Muitos jogos não são nem jogados, quem dirá terminados.

Eu estava nessa situação. Ou melhor, ainda estou. No entanto, no fim de 2014 isso começou a me incomodar um pouco. Eu tinha uns 200 jogos na época, vários dos quais eu nem sabia do que se tratavam. Eu olhava para minha lista de jogos e pensava, nossa tenho bastante jogo, é muito legal isso! Mas de que me adiantava ter tanto jogos se eu não pretendia terminar 90% deles?

Foi aí que eu tomei a decisão de entrar numa espécie de “Jornada Épica”. Épica e impossível. Resolvi que iria não só jogar, mas zerar todos os jogos que tenho na Steam. Terminar um por um, não importando qual seja.

É daí que vem essa coluna chamada “Zerando Minha Steam”. Semanalmente farei postagens aqui com uma espécie de “diário de bordo” sobre como está sendo o meu progresso. Eu já havia começado antes esse projeto, mas estou migrando aqui para o Nerdaiada porque creio que será uma casa mais apropriada para ele.

Inicialmente eu havia me proposto a ir jogando todos os jogos que tenho em ordem alfabética. Nesse esquema, consegui terminar a letra A. No entanto, conclui que não é uma boa ideia, porque jogos que eu compre agora, X-Com, por exemplo, só seriam jogados daqui a… sei lá quantos anos.

Decidi, portanto, que desta vez será aleatório. Sortearei um número, jogarei o jogo correspondente e então jogarei o próximo. De tempos em tempos me darei o direito de jogar o jogo que eu estiver com vontade, ou então jogarei um escolhido pelos leitores, se houver algum leitor, afinal.

Veja bem, não sou um jogador hardcore, e não tenho muito tempo para jogar semanalmente, imagino que jogarei em média 5 horas por semana. Portanto, não esperem que eu vá platinar os jogos. Não vou platinar jogo nenhum. Para falar a verdade, nem gosto muito da ideia de platinar. Vou apenas jogar os jogos no meu tempo, com o objetivo de curtir e aproveitar ele e então semanalmente comentar os meus progressos e percepções sobre as obras. Além disso, conforme vou registrando as horas de jogatina nos posts, falarei também sobre o mercado de jogos, game design ou talvez história, filosofia, literatura ou qualquer outra coisa que me venha à cabeça.  Possivelmente essa coluna conterá spoilers dos jogos, já que falarei também sobre meus avanços neles, mas tentarei fazer de forma a não ter nada muito revelador.

Sinceramente, não sei se esta minha ideia é algo que chamará atenção, ou cairá nas graças de qualquer público que seja. As pessoas hoje em dia preferem ver vídeos de gameplay e coisas assim. Mas eu não tenho tempo para fazer vídeos de gameplay e gosto de escrever. Então vamos ver no que vai dar.

A cada jogo que eu terminar, escreverei uma resenha mais formal, analisando os pontos positivos e negativos. Já tem algumas delas na sessão de resenhas do site. Para os curiosos que quiserem ver como estava o Zerando Minha Steam antes dele se mudar para o Nerdaiada, é só acessar o meu blog pessoal, o E Outros Cenários.

O primeiro jogo que irei jogar, começando a Semana 1 do Zerando Minha Steam é: A New Beginning

About Renan Barcellos

Na maioria das vezes escritor, Renan também é estudante de jornalismo e programador. Mas na verdade tenta fazer tanta coisa diferente que nem sabe o que colocar aqui.

4 comments

  • Robson
    jan 10, 2016 @ 21:08 pm

    Sou a favor que isso seja transmitido via Twich, caso haja a possibilidade 😀

    Responder
    • jan 10, 2016 @ 21:15 pm

      Robson, no caso dessa coluna é um pouco complicado passar no twitch porque eu jogarei as coisas no tempo que eu conseguir tirar, aí não dá para mostrar no twitch em sessões ordenadas e em horário fixo e coisa e tal. Mas nós do nerdaiada temos planos de organizar sessões de jogatina Twitch =)

      Responder
  • maio 16, 2016 @ 15:12 pm

    Incredible points. Great arguments. Keep up the amazing effort.

    Responder
  • x
    jun 28, 2017 @ 4:38 am

    Fui em varios sites na web para afundar sobre isto, li varios sites e
    também qualquer se compara a essa a este lugar, teu Editorial e exelente, bem bem realizado
    e explicativo, adorei. bem-agradecido pelas informaçoes.

    desculpe o portugues estou fora do BR a anos.

    Responder

Leave a comment

Procurar

Facebook

Nerdaiada no Twitter

Error code 89: Invalid or expired token.