Zerando Minha Steam - Semana 4 - Resonance - Nerdaiada

fev
12

Zerando Minha Steam – Semana 4 – Resonance

Resonance_04-1024x710

Agora estou jogando um adventure point ‘n click com uma história de ficção científica. Bom, parece a exata mesma coisa da semana passada, mas é um jogo diferente. Foi o que caiu no sorteio de qual eu jogaria em seguida. Não posso fazer nada.

Em todo caso, foi interessante para ver as diferenças entre dois jogos do mesmo gênero. E devo dizer que a maioria dos problemas que existiram em A New Beggining, o jogo que terminei na semana passada, não existem em Resonance.

Pra começar, a ficção científica é usada em Resonance de forma mais crível e interessante. Nada de viagem no tempo aqui. O video introdutório do jogo mostra uma enorme cratera, resultado de uma detonação estilo antimatéria, que não deixa nada do que foi explodido para trás, e então retrocede algum tempo, para mostrar um dos personagens principais, o cientista Tolstoy Eddings, que recebe uma ligação do chefe dele dizendo que estava sendo seguido e que iria destruir a pesquisa deles devido a ser algo muito perigoso.

A partir disso a história foi se desenvolvendo para apresentar os outros personagens. Uma médica filha de imigrantes mexicanos, um policial acima do peso e veterano o suficiente para ignorar algumas regras e um jornalista investigativo independente (um blogueiro). O primeiro capítulo de todos serve para apresentar os personagens e então pouco a pouco eles vão se juntando na história principal. A forma como eles foram apresentados e unidos a história foi bem competente. Até o momento, a narrativa esta sendo muito boa. Talvez não seja uma história primorosa, mas a narrativa é excelente. Coisa que não aconteceu em A New Beggining.

 2016-01-31_00001

Em se tratando de gameplay, a jogabilidade é bem simples. Tem um ou outro conceito interessante, como as memórias a longo e curto prazo dos personagens, que servem tanto para lembrar de eventos anteriores – que podem ter dicas para o que está acontecendo atualmente – quanto efetivamente serem usadas para resolver algum puzzle. E os puzzles em geral são simples. Talvez sejam até mesmo pouco desafiadores, em geral, mas pessoalmente prefiro assim. Não quebra o fluxo da história. O maior avanço em relação ao jogo da semana passada é que é fácil encontrar as coisas que se precisa no cenário. Não aconteceu de nenhuma vez eu precisar passar longos minutos passando o mouse em cima de tudo para ver o que eu encontrava. Às vezes o lance da memória longo/curto prazo pode confundir, quando o uso dessa mecânica é a resposta para uma situação, no entanto, com poucas horas de jogo é possível se acostumar.

Outra coisa interessante é poder trocar de personagens durante determinada cena. As vezes é imprescindível para um puzzle, já que pode-se precisar da participação de mais de uma pessoa, além de cada personagem ter memórias e itens diferentes. Até o momento isso só aconteceu uma vez, mas imagino que vai acontecer mais daqui para frente.

2016-02-10_00003

Em geral, o jogo tem um aspecto pixelado que eu gosto, mas que para uns pode ser considerado meio feio. Tem motivo pra isso. A resolução é fixada e é bem baixa. Basta olhar para o menu inicial, que fica bastante distorcido e um tanto quanto feioso. Durante o jogo isso não chegou a atrapalhar em momento algum, embora a “pixelização” fique bem clara. Talvez tenha gente que não goste do aspecto que a obra toma. É até compreensível, mas talvez idiota frente as qualidades que o jogo tem apresentado.

Estou bastante animado com a história. Que começa lenta, apresentando todo mundo e a situação, mas engata quando Eddings e o policial Bennet encontram o professor Javier Morales, que estudava os efeitos do fenômeno batizado de Resonance, semi-morto devido a um “acidente” em seu laboratório. Após isso, descobre-se que Annah, médica a qual Eddings tinha conversado naquele mesmo dia, é sobrinha de Javier. A partir daí o grupo precisa descobrir quem está atrás das pesquisas do falecido doutor e impedir que seja usado para causar mais problemas.

Segundo o video do inicio do jogo, não vão conseguir.

About Renan Barcellos

Na maioria das vezes escritor, Renan também é estudante de jornalismo e programador. Mas na verdade tenta fazer tanta coisa diferente que nem sabe o que colocar aqui.

Leave a comment

Procurar

Facebook

Nerdaiada no Twitter

Error code 89: Invalid or expired token.