Levantando Voo 06 - Escolhendo o possante parte 2 - Nerdaiada

Levantando Voo 06 – Escolhendo o possante parte 2
mar
15

Levantando Voo 06 – Escolhendo o possante parte 2

Eu separei esse texto do anterior, pois a escória ela é mais complicada de se falar por algumas razões.

  1. Suas naves já tem habilidades que as naves das ondas 1, 2 e 3 não tem.
  2. No Brasil há menos naves da escória comprar.
  3. É recomendado que o jogador que queira jogar de escória tenha já naves imperiais e/ou rebeldes para ter algumas das cartas exclusivas de determinadas expansões.
  4. Táticas com a escória podem ser bem diferentes das táticas

Dito isso, hora de analisar essas naves. Lembrando que são pequenos resumos sobre cada nave para ter uma noção de como cada uma delas funciona.

Substituindo a TIE Fighter, a escória tem duas opções de nave. A primeira é a Z-95 Headhunter, o protótipo da X-Wing, ou a M3-A, o interceptor mandaloriano. A M3-A é ágil como a TIE Fighter e por 2 pontos, ela pode adicionar um canhão, torpedo ou míssil. Isso torna essa nave muito perigosa, mas ao mesmo tempo um alvo fácil para pontos. A Z-95 custa alguns pontos a menos, tem menos manobrabilidade, mas é uma nave fraca, estável e sem nenhuma grande desvantagem pelo seu preço.

A escória também tem a Slave I, mas pra você conseguir a nave na escória, tem de ter a expansão da Slave I imperial e a expansão Mais Procurados da escória que vem com as bases da fação para essa nave. Caso já tenha lido o texto anterior, já sabe o que essa nave trás a mesa e não preciso repetir. Caso não tenha lido… LINK

A expansão Mais Procurados que além das bases da Slave I, duas Z-95 Headhunters, também trás uma Y-Wing. Mais uma vez, clique no LINK para saber sobre a Y-Wing.

A nave StarViper é sólida na mesa. Ela não é barata, mas tem agilidade alta e uma boa quantidade de vida. Ela também é ágil e foi a primeira nave a mudar as regras dos movimentos de retorno, além do Koigran trouxe o Segnor’s Loop, que no lugar de uma régua reta, a nave usa uma régua de curva suave para realizar seu movimento.

O comportamento da escória é mais individualista, suas naves procuram dar benefício mais a si mesmas do que aos companheiros. A vantagem de ter esquadõres assim é que o jogador não depende demais de uma nave para realizar seus combos de ataque e defesa, mas a desvantagem é que ele também não consegue fazer combos que sejam muito fortes para maximizar o estrago no oponente. Há naves que também gostam de voar sozinhas, sem nenhum membro do esquadrão por perto e isso trás uma nova dificuldade, pois como evitar grupos de naves inimigas que possam juntas eliminar a sua nave solitária torna-se um novo desafio.

Próximos escreverei sobre movimentação básica.

About Gabriel Avelar

Estudante da área de jogos, Game Designer e pau pra toda obra. Estou sempre tentando trazer conteúdo que possa ser útil no lugar de apenas gastar o tempo por entretenimento barato.

Leave a comment

Procurar

Facebook

Nerdaiada no Twitter

Error code 89: Invalid or expired token.