30 ANOS DA FRANQUIA CASTLEVANIA - CONHEÇA UM POUCO DO JOGO - Nerdaiada

30 ANOS DA FRANQUIA CASTLEVANIA – CONHEÇA UM POUCO DO JOGO
set
26

30 ANOS DA FRANQUIA CASTLEVANIA – CONHEÇA UM POUCO DO JOGO

Fala Nerdaiada! Em comemoração aos 30 anos da franquia Castlevania separamos para vocês uma lista de alguns jogos lançados ao longo desses anos. Para quem não conhece a série é focada na guerra entre a família Belmont (lendário clã de caçadores) contra o Conde Drácula. A história base seria que a cada 100 anos Drácula ressucitaria e um Belmont deveria derrotá-lo antes dele cumprir sua vingança e dominar o mundo, porém com o passar do tempo (a medida que os títulos foram sendo lançados) Drácula passou a ser ressuscitado por seus servos fora dos intervalos centenários. De início a série focava mais os Belmonts e seus descendentes, porém logo a série introduziu outros protagonistas, como Alucard, Soma Cruz e Shanoa.

A série é parcialmente baseada no romance de Bram Stoker, Drácula. Além disso, o romance é incluído na cronologia oficial da série, com os eventos de Castlevania: Bloodlines acontecendo logo após os eventos do romance. A conexão vai até um pouco mais longe, ao ponto de se dizer que Quincey Morris, um personagem do romance, é um descendente do clã Belmont.

Confira a lista com alguns jogos da franquia:

01 – Castlevania II: Simon’s Quest

Castlevania II: Simon’s Quest foi o segundo jogo lançado da famosa série e até hoje é lembrado com carinho pelos fãs por introduzir novidades, como um protagonista inédito e novos gráficos em plena era Nintendinho – ainda em 1987.

castlevania-2

Este também foi o primeiro jogo da saga a se distanciar um pouco da jogabilidade linear e assumir seu papel como uma aventura de exploração de cenários, onde é preciso voltar em alguns momentos para complementar tarefas.

02 – Castlevania: Lament of Innocence

Os jogos da série em 3D até então não eram muito bem vistos, principalmente por conta das versões de Nintendo 64, pouco elogiadas. Com Castlevania: Lament of Innocence isso começou a mudar, quando foi lançado para o PS2 em 2003.

Castlevania: Lament of Innocence (Foto: Reprodução)

A jogabilidade, apesar de não ser perfeita, apresentava uma evolução natural, sem falar nos gráficos, que eram muito bonitos para sua época. A história nos apresenta mais um Belmont: Leon, que precisa resgatar sua amada Sara das mãos de um vampiro. Este é um dos jogos que conta a origem de Drácula na série.

03 – Castlevania Legends

Terceiro jogo da série lançado no Game Boy, Castlevania Legends saiu em 1997 e agradou bastante. Ele é um dos poucos games a ter uma protagonista mulher, além da possibilidade de recomeçar a saga mesmo após terminar a aventura principal.

Castlevania Legends (Foto: Divulgação)

Sonia Belmont, nossa heroína, encara Drácula de frente e conhece alguns dos personagens clássicos da saga, como Alucard, filho do vilão. Ao final do game sabemos que Sonia, na verdade, é mãe de Trevor Belmont, um dos principais heróis da série, mas infelizmente Este jogo foi cortado da cronologia oficial por Koji Igarashi (IGA).

04 – Castlevania: Circle of the Moon

Castlevania: Circle of the Moon foi o primeiríssimo jogo da saga a estrear no Game Boy Advance e veio com ótimas funcionalidades. Muito em conta por ter transportado todo o clima do elogiado Symphony of the Night para o portátil, mas com personagens e cenários bem diferentes.

Castlevania: Circle of the Moon (Foto: Divulgação)

Circle of the Moon foi lançado em 2001 e nos coloca no controle de Nathan Graves, que não faz parte do clã Belmont, mas se envolve na caçada a vampiros e outras criaturas das trevas quando seu mentor é raptado.

05 – Super Castlevania IV

Calma, não se trata de um cruzamento entre Super Street Fighter e Castlevania. Na verdade, Super Castlevania IV saiu em 1991 para o Super Nintendo, por isso o pedaço “Super” no título. Novamente estrelado por Simon Belmont, temos aqui uma aventura para poucos.

Super Castlevania IV (Foto: Divulgação)

Este é um game difícil, em uma época onde já era normal deparar-se com títulos de dificuldade elevada. Os inimigos são cruéis e surgem em grande número na tela, e isso só fica ainda mais complicado com o passar do tempo. Os gráficos também representam um belo motivo para jogar já que, na época, eram considerados de ponta.

06 – Castlevania: Lords of Shadow

Castlevania: Lords of Shadow pode não ser perfeito, mas agradou em cheio como um Castlevania em 3D de qualidade real. Lançado em 2010 para PS3 e Xbox 360, o jogo apresentou Gabriel Belmont, um herói de passado e futuro sombrios.

Castlevania: Lords of Shadow (Foto: Divulgação)

Esse jogo acabou se tornando um reboot, onde mostra uma aventura é em terceira pessoa e com muita pancadaria. O jogo é bem inspirado em outros similares, como God of War e Devil May Cry – talvez por isso tenha feito tanto sucesso entre os fãs de games de ação. Além disso, seus gráficos são bem caprichados.

07 – Castlevania: Portrait of RuinCastlevania

Portrait of Ruin é um game diferente da saga, pois permite jogar com dois personagens, sempre alternando entre eles. Lançado em 2006 no Nintendo DS, ele trouxe gráficos e animações fluidas, além de heróis muito poderosos.

Castlevania: Portrait of Ruin (Foto: Divulgação)

O mais interessante é que ele é a sequência direta de Castlevania: Bloodlines e lida com algumas consequências do game. A dupla de protagonista tenta fazer de tudo para impedir o retorno de Drácula, após ter sido derrotado novamente.

08 – Castlevania: Rondo of Blood

Apesar de não ser o primeiro, Castlevania: Rondo of Blood talvez seja o jogo da saga mais popular entre os fãs mais antigos. Ele saiu pela primeira vez em 1993 para o saudoso console TurboGrafx-16 e só anos depois, já em 1995, ganhou uma versão com gráficos e desafios simplificados no Super Nintendo.

Castlevania: Rondo of Blood (Foto: Divulgação)

É aqui que os jogadores controlam Richter Belmont, o caçador de vampiros de roupa azul e armado com seu chicote divino. Ele tem a missão de deter Drácula e salvar sua amada Annette das mãos do grande vampiro, mas para isso terá que passar por uma horda de inimigos. Ele também foi relançado no PSP, em um pacote especial, tempos depois.

09 – Castlevania: Dawn of Sorrow

Castlevania: Dawn of Sorrow é outro elogiado game da série lançado no Nintendo DS, desta vez em 2005. Na aventura controlamos Soma Cruz, herói que surgiu em outro jogo, lançado ainda nos tempos de GBA – Aria of Sorrow.

Castlevania: Dawn of Sorrow (Foto: Divulgação)

Soma lida com recentes descobertas sobre seu passado que envolvem Drácula e também com conflitos que virão do clã Belmont por conta disso. A jogabilidade de Dawn of Sorrow utiliza de forma criativa a tela de toque do DS em muitos momentos.

10 – Castlevania: Symphony of the Night

Castlevania: Symphony of the Night é o grande jogo que definiu Castlevania durante muito tempo. Lançado em 1997 no PSOne e também no Sega Saturn, até hoje é lembrado como o melhor de toda a série, desde os seus primórdios aos jogos mais recentes.

Castlevania: Symphony of the Night (Foto: Divulgação)

Desta vez controlamos o próprio Alucard, filho de Drácula, que luta contra seu pai após o herói Richter Belmont ter desaparecido dentro do castelo do vilão. O game é repleto de novidades, como magias, equipamentos trocáveis e mais. Sem falar no conteúdo imenso, com um castelo inteirinho para você explorar, indo de ponta a ponta a todo o momento. É sem dúvida um game a ser lembrado.

About Tatiana Cerqueira

Estudante de Design de Interiores, viciada em séries e que nas horas vagas busca sempre aumentar seus conhecimentos sobre a cultura nerd.

Leave a comment

Procurar

Facebook

Nerdaiada no Twitter

Error code 89: Invalid or expired token.