Dubladores ameaçam entrar em greve – E isso pode afetar os seus jogos - Nerdaiada

Dubladores ameaçam entrar em greve – E isso pode afetar os seus jogos
out
18

Dubladores ameaçam entrar em greve – E isso pode afetar os seus jogos

Como é de regra, sempre que algo não vai bem em uma categoria é comum a realização das famosas greves. Elas acontecem entre bancários, taxistas, motoristas e até mesmo dubladores. E antes de achar que não faz o menor sentido falar sobre algo do gênero aqui, é bom saber que estamos prestes a acompanhar uma paralisação que pode afetar a indústria dos jogos.

Segundo a SAG-AFTRA (sigla para Screen Actors Guild-American Federation of Television and Radio Artists), houve tentativas de fazer um acordo com empresas da indústria dos jogos por mais de um ano, mas todas elas falharam. A próxima já está em andamento e deve acontecer até a próxima quarta-feira (19), e se ainda assim não houver uma negociação favorável os dubladores vão entrar em greve a partir do dia 21 deste mês.

Entre as empresas com as quais a associação está em contato podemos encontrar a Electronic Arts, a Activision e a Take-Two Interactive Software, e cerca de 25% dos dubladores que estão ligados à união de atores trabalham com jogos. Apesar de ser uma parcela pequena, há grandes nomes nesse quadro, com destaque para David Hayter (que dublou os games da série Metal Gear), Jennifer Hale (Commander Shepard em Mass Effect) e Roger Craig Smith (que apareceu nos títulos de Batman e de Assassin’s Creed).

Ator que deu voz a Snake na série Metal Gear é um dos que apoia a greve dos dubladores

Caso esteja curioso, estas são as empresas que serão afetadas caso os dubladores realmente confirmem a greve (e que aparentemente terão games que tenham iniciado suas produções após 17 de fevereiro de 2015 afetados): Activision, Blindlight, Corps of Discovery Films, Disney Character Voices, Electronic Arts, Formosa Interactive, Insomniac Games, Interactive Associates, Take-Two, VoiceWorks Production, Warner Bros. Games.

Em contrapartida, as produtoras se anteciparam para dizer que os jogos já em produção não vão ser afetados caso a greve da SAG-AFTRA se confirme, tendo em vista que há um acordo que as protege contra esse tipo de ação.

E o que a classe tanto reivindica?

Para que uma greve comece, é preciso haver um motivo, certo? De acordo com a SAG-AFTRA, as produtoras se recusam a oferecer bônus e até mesmo algumas oportunidades de participação no lucro dos jogos aos dubladores, além de solicitar uma redução tempo de gravações para não danificar as cordas vocais dos dubladores – a ideia é que elas tenham, no máximo, duas horas.

As produtoras se recusam a oferecer bônus e até mesmo algumas oportunidades de participação no lucro dos jogos aos dubladores

A título de curiosidade, atualmente os atores associados à SAG-AFTRA que trabalham com dublagem ganham pelo menos US$ 100 por hora, além de alguns benefícios. Essa informação foi concedida por Scott J. Witlin, advogado que defende as produtoras nessa ação, que também mencionou haver algumas informações da união dos atores que estão desatualizadas e não são verdadeiras.

A nós, jogadores, resta apenas torcer para que tudo se resolva da melhor forma possível, todos fiquem felizes e os games sejam lançados normalmente, independentemente da plataforma ou da produtora responsável por eles.

About Tatiana Cerqueira

Estudante de Design de Interiores, viciada em séries e que nas horas vagas busca sempre aumentar seus conhecimentos sobre a cultura nerd.

Leave a comment

Procurar

Facebook

Nerdaiada no Twitter

Error code 89: Invalid or expired token.